O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 
notícias
29/11/2013 - 21:04h
Regulamento para o Torneio dos Campeões 2013
REGULAMENTO DO TORNEIO DOS CAMPEÕES 2013

1 - Todos os critérios deste regulamento foram definidos pelo grupo Gestor de Apoio ao Torneio dos Campeões e nos casos pertinentes pelas Federações.

2 - Os Torneios serão realizados nos dias 14/12/2013 (sábado) e 15/12/2013 (domingo) em Bauru.

2.1 – Na recepção do Torneio dos Campeões, os expositores classificados, os juízes e auxiliares escalados terão direito a um convite gratuitamente.
2.2 – Os demais participantes contribuirão com 50,00.

3 - Os expositores e pássaros para participarem terão que ser homologados pelas Federações.

4 – As Federações juntamente com o grupo Gestor definiram a quantidade de expositores e pássaros que participarão do Torneio.
Para 2.013 ficou assim definido:

4.1 – Na categoria Praia Clássico com repetição serão classificados e inscritos vinte e três pássaros, sendo:
- Feosp – treze pássaros;
- Fecubi – cinco pássaros;
- Rio de Janeiro – três pássaros;
- Paraná – um pássaro;
- Brasília – um pássaro.

4.2– Na categoria Praia Clássico sem repetição serão classificados e inscritos onze pássaros, sendo:
- Feosp – cinco pássaros;
- Fecubi – dois pássaros;
- Rio de Janeiro – dois pássaros;
- Paraná – um pássaro;
- Brasília – um pássaro.

4.3 – Na categoria Praia Clássico Pardo com repetição serão classificados e inscritos dez pássaros, sendo:
- Feosp – cinco pássaros;
- Fecubi – dois pássaros;
- Rio de Janeiro – dois pássaros;
- Paraná – um pássaro.

4.4 – Na categoria Praia Clássico Pardo sem repetição serão classificados e inscritos seis pássaros, sendo:
- Feosp – três pássaros;
- Fecubi – um pássaro;
- Rio de Janeiro – um pássaro;
- Paraná – um pássaro.

4.5. Resumo por categoria:
Praia Clássico com Repetição – vinte e três pássaros;
Praia Clássico sem Repetição – onze pássaros;
Praia Clássico Pardo com Repetição – dez pássaros;
Praia Clássico Pardo sem Repetição – seis pássaros.
Total... 50 pássaros (34 Praia Clássico e 16 Pardos)

4.6 – Resumo por Federação:
Feosp – vinte e seis pássaros;
Fecubi – dez pássaros;
Rio de Janeiro – oito pássaros;
Paraná – quatro pássaros;
Brasília – dois pássaros.
Total -... 50 pássaros.
4. 7 - Este número total de cinquenta pássaros não será alterado, já que este é o limite para julgamento em uma estaca.

5 – Homologação e Premiação de Curiós oriundos do Campeonato Brasileiro da FEOSP.

5.1 - Os expositores de curiós classificados, oriundos do Campeonato Brasileiro da FEOSP deverão ser colaboradores monetários do Grupo Gestor de Apoio aos Torneios de Curiós em 2013. Nas demais Federações as mesmas terão seus próprios critérios.

5.2 - Os Curiós homologados e classificações abaixo especificados, ao se inscreverem no Torneio dos Campeões, farão jus à premiação do Grupo Gestor de Apoio ao Torneio de Curió.

5.2.1 - Praia Grande Preto Clássico com repetição:
Cinco primeiros colocados no Campeonato Brasileiro da FEOSP.

5.2.2 - Praia Grande Preto Clássico sem repetição:
Cinco primeiros colocados no Campeonato Brasileiro da FEOSP.

5.2.3 - Praia Grande Pardo Clássico com repetição:
Cinco primeiros colocados no Campeonato Brasileiro da FEOSP.

5.2.4 - Praia Grande Pardo Clássico sem repetição:
Três primeiros colocados no Campeonato Brasileiro da FEOSP.

5.2.5 - O Curió deverá ter participado de pelo menos 10 etapas do Torneio Brasileiro FEOSP. Se o pássaro conquistou pontos suficientes, poderá pagar em dobro os valores das inscrições faltantes para atingir o número de etapas mínimas para manter a colocação.

5.2.6 - Participantes de outros Estados, seguem as normas de seus regulamentos.

6. Procedimentos no Torneio dos Campeões.

6.1 - Para competir no Torneio dos Campeões, tanto o expositor como seu pássaro, precisam ter cumprido todos os requisitos exigidos no Regulamento FEOSP 2013, além de continuar cumprindo, tanto na primeira final 14/12/2013 como na segunda 15/12/2013.

6.2. - O cartão magnético Feosp tem que estar em vigor, caso contrário fica vedado a participação.

6.3. - Nenhum pássaro poderá participar do Torneio dos Campeões havendo qualquer tipo de reclamação ou pendência junto à Federação. Havendo alguma pendência a DIRETORIA se reunirá em convocação extraordinária no dia 10/12/2013 para liberação sobre o assunto, e, neste mesmo dia o reclamante será informado por carta, e-mail ou telefone, além de ser disponibilizada no SITE da Federação a decisão.

7 - Sistemas de Atribuições de notas e Expedientes
7.1 - Sistema de Atribuições de notas aplicado pelos Juízes será o mesmo do Regulamento FEOSP utilizado no Torneio Brasileiro.

7.2 - Serão convocados para estas duas etapas:
Feosp – cinco Juízes;
Fecubi – dois Juízes.

As notas serão de 0 a 10 para cada quesito, considerando as frações e deduções.

7.3 – Um Juiz para determinar se o Curió repetiu ou não, segue as anotações a que se refere o item c, das Instruções aos Juízes de Canto Praia Grande.

7.4 – Primeiro mesário após a apresentação de cada curió recolhe as notas (fichas) e entrega para o segundo mesário.

7.5 – Segundo mesário recebe as fichas para processar as notas com seus respectivos pesos, passando para o local correto da ficha, deduzindo notas negativas de houver. Feito isto entrega para o terceiro mesário.

7.6 - Terceiro mesário: transcreve da ficha para note book no www.torneios.org.br.

7.7 – Quarto mesário: confere a ficha de apuração manual lançada no www.torneios.org.br.
Obs.: Todos ficarão incomunicáveis entre si.

7.7 – Critérios de notas para classificação Final:
Das sete notas atribuídas pelos sete juízes serão eliminadas a maior e a menor e, das cinco restantes
válidas, será apurada a média e considerada como a nota definitiva de cada pássaro.
As notas de todos os Juízes serão abertas após o termino e divulgação do resultado da segunda etapa.

7.8 - A classificação final será a soma das notas conseguidas na primeira final em 14/12/2013 e na segunda final em 15/12/2013 divididas por dois, considerando “n” casas decimais.

7.9 - Permanecendo empatado, será considerado vencedor, o pássaro que obtiver a maior nota numa das finais, considerando ”n” casas decimais. Ainda permanecendo empatado, será decidido por sorteio.

7.10 – Se um pássaro repetir numa etapa e não repetir na outra, será considerada a maior nota de uma das etapas com ou sem repetição dividida por dois.

8. – Tempo de Apresentação
O tempo de apresentação será cinco minutos.

9. – Horário:
O início do Torneio será as 07h30min obedecendo aos previstos nos itens 3.4.1 e 5.4.7, do Regulamento Geral dos Torneios da FEOSP.

10. – Taxa de Inscrição
Os pássaros classificados deverão pagar a taxa de inscrição de 120,00 (cento e vinte reais), relativa às duas etapas. As inscrições serão feitas pela Feosp e o expositor emite o boleto.

11 – Mesa Julgadora

Coordenador Luiz Sergio Silva (Serginho de Marilia)
Juízes:
São Paulo

Alexandre Osni Borderes;
Alexandre Scarpelini Neto;
Djon Campos;
Junichi Yonemura e
Olivio Nisnhiura.

FECUBI
Luiz Carlos Claumann
Marco Aurelio Kaipper

Juiz Mesário (anotações e contador de repetições)
Marcos Biscalchim
Julio

Mesário (sistema)
João Paulo, Eduardo e Vilmar

12 - Premiações do Torneio dos Campeões Tickets
A diferença entre 125.000,00 e 84.000,00 = 41.000,00

12.1 - Premiações 34.000,00 (1ª ao 5ª ticket)
1º - 22.000,00
2º - 5.000,00
3º - 3.000,00
4º - 2.000,00
5º - 2.000,00

12.1.1 - Despesas

- Gráfica 2.900,00
- Correio 1.100,00
Despesas operacionais 4.000,00

12.1.2 – total gasto (12.1 + 12.1.1.) 38.000,00

12.1.3 – saldo 3.000,00

13 – Premiações dos Expositores/Categorias serão equivalentes a 84.000,00.

13.1 - Praia Grande Preto Clássico com repetição:

1º - equivalente a 25.000,00
2º - equivalente a 8.000,00
3º - equivalente a 5.000,00
4º - equivalente a 5.000,00
5º - equivalente a 5.000,00
6º - equivalente a 1.000,00
7º - equivalente a 1.000,00
8º - equivalente a 1.000,00
9º - equivalente a 1.000,00
10º - equivalente a 1.000,00

13.2 - Praia Grande Preto Clássico sem repetição:

1º - equivalente a 5.000,00
2º - equivalente a 3.000,00
3º - equivalente a 1.000,00
4º - equivalente a 1.000,00
5º - equivalente a 1.000,00

13.3 - Praia Grande Pardo Clássico com repetição:

1º - equivalente a 10.000,00
2º - equivalente a 5.000,00
3º - equivalente a 2.000,00
4º - equivalente a 1.000,00
5º - equivalente a 1.000,00

13.4 - Praia Grande Preto Clássico sem repetição:

1º - equivalente a 3.000,00
2º - equivalente a 1.000,00
3º - equivalente a 1.000,00

14 – Premiações dos Expositores/Categorias no Brasileiro serão equivalentes a 41.000,00.

14.1 - Praia Grande Preto Clássico com repetição:

1º - Moto equivalente a 10.000,00
2º - Scooter equivalente a 5.000,00
3º - Televisão equivalente a 2.000,00
4º - Notebook equivalente a 1.000,00
4º - Notebook equivalente a 1.000,00
5º - Notebook equivalente a 1.000,00

14.2 - Praia Grande Preto Clássico sem repetição:

1º - Scooter equivalente a 5.000,00
2º - Televisão equivalente a 2.000,00
3º - Notebook equivalente a 1.000,00
4º - Notebook equivalente a 1.000,00
5º - Notebook equivalente a 1.000,00

14.3 - Praia Grande Pardo Clássico com repetição:

1º - Scooter equivalente a 5.000,00
2º - Televisão equivalente a 2.000,00
3º - Notebook equivalente a 1.000,00

14.4 - Praia Grande Preto Clássico sem repetição:

1º - Televisão equivalente a 2.000,00
2º - Notebook equivalente a 1.000,00
3º - Notebook equivalente a 1.000,00

15. – Estaca e ordem de inscrição
As provas do Clássico Preto e Pardo serão realizadas na mesma estaca.

15.1 - As inscrições serão feitas pela Feosp no www.torneios.org.br com indicação dos nomes dos pássaros por cada Federação na seguinte ordem:

01 – Clássico – Paraná
02 – Clássico – Rio de Janeiro
03 – Pardo – Feosp
04 – Clássico – Brasília
05 – Clássico – Feosp
06 – Pardo – Paraná
07 – Clássico – Sul Brasileiro
08 – Clássico – Feosp
09 – Pardo – Sul Brasileiro
10 – Clássico – Feosp
11 – Clássico – Rio Janeiro
12 – Pardo – Feosp
13 – Clássico – Sul Brasileiro
14 – Clássico – Feosp
15 – Pardo – Rio de Janeiro
16 – Clássico – Feosp
17 – Clássico – Feosp
18 – Pardo – Feosp
19 – Clássico – Feosp
20 – Clássico – Sul Brasileiro
21 – Pardo – Feosp
22 – Clássico – Feosp
23 – Clássico – Rio de Janeiro
24 – Pardo – Feosp
25 – Clássico – Feosp
26 – Clássico – Sul Brasileiro
27 – Pardo – Feosp
28 – Clássico – Feosp
29 – Clássico – Paraná
30 – Pardo – Sul Brasileiro
31 – Clássico – Feosp
32 – Clássico – Sul Brasileiro
33 – Pardo – Paraná
34 – Clássico – Feosp
35 – Clássico – Feosp
36 – Pardo – Sul Brasileiro
37 – Clássico – Rio de Janeiro
38 – Clássico – Brasília
39 – Pardo – Feosp
40 – Clássico – Sul Brasileiro
41 – Clássico – Feosp
42 – Pardo – Rio de Janeiro
43 – Clássico – Feosp
44 – Clássico – Feosp
45 – Pardo – Feosp
46 – Clássico – Sul Brasileiro
47 – Clássico – Feosp
48 – Pardo – Rio de Janeiro
49 – Clássico – Feosp
50 – Clássico – Rio de Janeiro

15. – O Coordenador tem plena autonomia, acontecendo alguma intempérie, para interromper temporariamente a prova, bem como para alterar o local da estaca a qualquer momento, podendo inclusive decidir se reiniciará a apresentação do pássaro que esta em julgamento desde o inicio do tempo regulamentar ou não, sem alteração para os pássaros que já cantaram e foram julgados.

16. – Os casos omissos serão resolvidos durante a competição pela Diretoria FEOSP presente na Competição e Coordenador.

17 - A coordenação geral deste Torneio ficará a cargo do Senhor Junichi Yonemura – São Paulo – SP.

< Voltar
  Home ....| ....Notícias .....| ..... Videos.....| .... Fotos ....| ..... Recados ....| ..... Torneios ....| ..... Atualidades.....| .... O Curió .....| .... Contato  

www.curiopraiaclassico.com.br - 2008/2012 - Desenvolvimento: